Irmã Michael Mary Nolan

São Paulo, SP

 

Michael Mary Nolan, irmã de Santa Cruz de São Paulo, Brasil, é advogada dos direitos humanos que se especializou no trabalho com prisioneiras (mulheres) estrangeiras.

É membro de comissões de direitos humanos nas áreas estadual e nacional e age como conselheira em direitos humanos junto a um membro do Congresso do Brasil.

 

Juntamente com Irmã Regina Gomes, trabalha em prisões de mulheres por mais de uma década e no Instituto Terra, Trabalho e Cidadania– ITTC, uma organização não-governamental, com sede em São Paulo, Capital, constituída em outubro de 1997 por profissionais que atuam em defesa dos direitos dos cidadãos, sendo participante ativa do Projeto "Quem somos nós?".


Em maio/2009, Irmã Michel participou da audiência temática sobre a questão indígena no Brasil, na comissão de Direitos Humanos da Organização de Estados Americanos em Washinton D.C.  Ela foi junto com Dr. Hélio Bicudo e os indígenas, Cacique Marcos Xukuru e Marcos Terena, Presidente da Funai - órgão indígena do governo federal, representando o governo brasileiro.


As imagens abaixo referem-se à retomada Truká, em Cabrobó, nas proximidades do Rio São Francisco. Irmã Michael participou ativamente, como advogada, na audiência de processo onde dois índios foram assassinados devido à luta pela terra.

 

 

Irmã Michael esteve também na comunidade Kurussu Ambá, onde o líder comunitário Ortiz Lopes foi assassinado.

 

Leia também os seguintes artigos: